Home » Cinema » Home Office: 5 Dicas para Sobreviver Trabalhando em Casa

Home Office: 5 Dicas para Sobreviver Trabalhando em Casa

Por: Bernardo Stamato

11 de agosto de 2017

Sou home office já tem alguns anos e não consigo mais me ver trabalhando em escritório com hora certa pra entrar e pra sair e patrão cobrando diariamente. Nada contra essa dinâmica, acredito que o mundo precisa dela, só não é pra mim. Não tenho patrão, tenho clientes, e se eu não entregar no prazo, o azar e o prejuízo são meus. E isso me motiva mil vezes mais do que ter um patrão me supervisionando todo dia. Você também se sente assim? Esse artigo é pra quem lida todo dia com a tarefa de ser o próprio patrão e produzir por conta própria e pra quem quer embarcar nessa jornada, mas não sabe se deve mergulhar de cabeça ou botar os pés na água primeiro. Aqui estão cinco dicas pra sobreviver no home office.

Sem Redes Sociais

hands texting with mobile phones in cafe

A cantora, atriz, dubladora e locutora Karen Giraldi chamou atenção pra importância de silenciar alarmes e não se distrair com Facebook, televisão ou familiares. De fato, redes sociais, Netflix, celulares e procrastinação em geral se tornam muito mais tentadores quando não temos um coordenador no nosso ombro. A Karen prefere fazer um trabalho de uma vez só em vez de “picotar” a produção. Ritmo e concentração andam juntos e olhar a timeline a cada dez minutos quebra totalmente o rendimento. É como reiniciar o computador o tempo todo, seu cérebro vai precisar retomar o que já não está mais fresco pra dar continuidade. Da mesma maneira que não podemos deixar o corpo esfriar enquanto estamos nos exercitando, não podemos deixar a mente se distrair enquanto estamos trabalhando.

Separe Quarto e Escritório

O Luiz Lindroth do canal Dados & Contracapas aconselhou não trabalhar dentro do quarto e também sugeriu a técnica de pomodoro. Se o seu ambiente de trabalho for seu quarto, não só a tevê vai ser um convite pra procrastinação, mas seu videogame, seus livros e sua cama também serão. Se não tiver um escritório em casa, a sala é a melhor opção. Obviamente não é a opção mais confortável, mas com certeza você vai produzir melhor no conforto relativo da sala do que no conforto total da sua cama. Sobre o pomodoro, a técnica consiste em marcar um cronômetro pra trabalhar por 25 minutos ininterruptos e descansar por 5. Depois de 4 pomodoros (duas horas), você faz um descanso de 15 a 20 minutos e recomeça. Ficar oito horas ou mais trabalhando sem supervisão é realmente um desafio, mas começar com foco total de 25 minutos já não deixa desculpas pra ficar no Whatsapp em vez de trabalhar.

Disciplina Acima de Tudo

O David Coelho do canal Siga o Coelho foca na disciplina, principalmente com horários, alimentação, sono e rotina num geral. Organização é imprescindível, se não as pendências e prazos vão se amontoar na sua cabeça. E se isso acontecer, ou você perde dinheiro, ou a saúde ou os dois. Nossa, pareci meu pai falando agora. Sem querer falar como um velho ranzinza, seis horas de sono e uma hora por refeição é o mínimo aceitável e um dia de descanso por semana é obrigatório. É tentador “maratonar” trabalho, mas é como correr rápido demais e sem parar: você fica exausto muito cedo. Gerenciadores de tarefas como o Trello ou até mesmo a agenda do Google são uma mão na roda pra quem precisa administrar a própria rotina. Faça pautas das suas tarefas diárias e cumpra as metas estabelecidas por você mesmo

Gatilhos

A Gabriela Coiradas, especialista em revisão de textos e assessoria linguística, recomenda criação de rotina com gatilhos pro início de trabalho, como por exemplo tirar o pijama pra trabalhar ou tirar um momento de intervalo pra interagir com outras pessoas, nem que seja tomando um café na padaria. Uma das maiores dificuldades do home office é o trabalho solitário, então fazer uma caminhada de manhã se torna mais do que um exercício físico, mas um tempo pra ver o céu e pessoas – e não enlouquecer. Outra dica é organizar os arquivos de trabalho separados dos arquivos pessoais pra ter acesso rápido e localização fácil e evitar distrações ou envio errado de arquivos particulares. Sabe essa tela inicial e essa pasta “meus documentos” totalmente zoneadas? Pode começar a limpeza.

Não Esqueça o Lazer

Por fim, uma dica minha: lazer todo dia. Eu já acordei, sentei no PC e fiquei trabalhando até ficar exausto e deitar pra dormir – tipo depois de 14 horas de trabalho, sem exagero. Óbvio que eu fiquei estressado, e estresse é algo que ninguém deveria deixar se estabelecer na rotina. Depois que a gente pega o ritmo do home office, é fácil esquecer de relaxar, o que é um erro e acaba prejudicando todo o rendimento. É fundamental se divertir ao menos uma vez no dia. Quem trabalha em escritório chega em casa e vai assistir a um filme ou uma série, né? É o mesmo que a gente tem que fazer. Se você curte ler um livro, ver Netflix, jogar videogame, cabe a você decidir. Mas uma hora ou duas de diversão é fundamental pra um bom rendimento. E não vale juntar hora de lazer e hora de refeição, são dois momentos diferentes. Trabalhe dez ou doze horas por dia, mas se permita mais uma ou duas horas pra arejar a mente.

E Você?

Aproveitando que estamos falando de home office, você tem alguma dúvida, dica ou opinião sobre o assunto? Acho que seria excelente usarmos os comentários aqui embaixo pra debater os prós e contras de trabalhar em casa. Pode soltar o verbo, quanto mais contribuição, melhor.

Autor: Bernardo Stamato

Vencedor do Concurso Cultural "Eu, Criatura" da Devir Livraria, formado em Letras, pós-graduado em Produção Textual, tradutor e escritor (https://www.wattpad.com/user/BernardoStamato). Quando dá tempo para respirar, lê e joga PS4 também.

[mashshare]