Home » Hqs » História em Quadrinhos é literatura?

História em Quadrinhos é literatura?

Por: Bernardo Stamato

22 de setembro de 2017

Existem perguntas que perpetuam a humanidade há eras e continuarão a perpetuar. O que veio primeiro, o ovo ou a galinha? Biscoito ou bolacha? Capitu traiu bentinho? História em quadrinhos é literatura? Respondendo: dinossauro botava ovo antes de galinha existir, então o ovo; a palavra biscoito é mais antiga do que a palavra bolacha, mas a Anvisa já falou que dá na mesma, então cada um fala como quiser e vamos parar de chatice; Machado de Assis se amarrava em ser ambíguo e deve estar rindo até agora na cova da nossa discussão, essa daí não vai dar pra responder nunca mesmo não; sobre quadrinho ser literatura ou não, a resposta é mais complexa.

Por que quadrinhos são literatura?

Você lê uma narrativa com personagens, diálogos, trama etc, faz diferença se é em texto corrido ou com o auxílio de ilustrações – ou até mesmo se é em versos e estrofes? Uma história em quadrinhos é uma leitura de uma narrativa, nada mais, nada menos. Literatura não é exatamente isso? E se minha palavra não tem autoridade o suficiente pra questionar o preconceito vigente, vamos nos lembrar que a revista Times elegeu Watchmen como um dos 100 melhores romances de todos os tempos e que o próprio Maurício de Souza já afirmou que quadrinho é literatura sim. Ainda assim, é inquestionável que haja algumas diferenças entre um romance e uma hq.

Por que quadrinhos não são literatura?

Quando pensamos em literatura, pensamos em prosa ou poesia. Apesar das diferenças, ambos são essencialmente linhas de textos. Quadrinhos têm mais ilustração do que letras. E como o jornalista Paulo Ramos argumentou, as histórias em quadrinhos têm suas peculiaridades, como por exemplo os balões de fala. Pra ele, as hqs são uma mídia a parte da literatura, o que não é de forma alguma desfavorável. Talvez, o X da questão não seja se quadrinho é literatura ou não, mas o fato de que um quadrinho não é pior ou melhor do que um romance apenas por ser diferente.

O que eu acho?

Já li um bocado de coisa nessa vida, já tive algumas respostas diferentes pra essa pergunta e talvez minha opinião ainda venha a se renovar um dia. Ler um romance é uma experiência bem diferente de uma hq, o ritmo de leitura é outro, as sensações de ler só letras e imaginar todo o resto é diferente de ver ilustrações e balões de fala em diferentes formatos e cores e, apesar de serem narrativas, os dois universos são diferentes demais. Não tem melhor ou pior, tem apenas diferentes. Não sei o que vou querer ler amanhã, sei que minha estante tem de tudo. Concordo com Paulo Ramos, história em quadrinhos é uma mídia à parte da literatura.

O que você acha?

Você tem argumentos que eu não apresentei aqui? Discorda de mim ou do Maurício de Souza? Quer só tacar lenha na fogueira? Você está na internet, o melhor lugar pra encontrar quem concorda e quem discorda de você. Solte o verbo no comentário e dê a sua resposta: história em quadrinho é ou não é literatura?

Autor: Bernardo Stamato

Vencedor do Concurso Cultural "Eu, Criatura" da Devir Livraria, formado em Letras, pós-graduado em Produção Textual, tradutor e escritor (https://www.wattpad.com/user/BernardoStamato). Quando dá tempo para respirar, lê e joga PS4 também.

[mashshare]