Home » Games » Embrapa utiliza games para divulgar conhecimento sobre uso do solo

Embrapa utiliza games para divulgar conhecimento sobre uso do solo

Por: Luiza Perazzini

29 de março de 2021

Embrapa quer usar games para divulgar conhecimento sobre uso do solo

(Foto: Divulgação/Embrapa Solos)

Uma chamada pública para desenvolvedores vai associar a pesquisa agropecuária brasileira e o mundo dos games, com o objetivo de difundir conhecimento sobre o uso do solo. A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) lança, nesta sexta-feira (26/3), o desafio “SoilsPlay: o agro entrou no jogo”.

Startups e empresas deverão apresentar propostas atrativas de jogos sobre aspectos técnicos e de capacitação profissional. A iniciativa tem apoio da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) e da Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Eletrônicos (Abragames)

De acordo com a Embrapa Solos, games de grande sucesso de público, como Colheita Feliz ou Minecraft, são ambientados em realidades e condições diferentes das vistas no Brasil. “Todos esses jogos são baseados em padrões de agricultura de clima temperado. Queremos inovar, trazendo o dia a dia na fazenda tropical. Com o solo do Brasil, as espécies daqui, nossas técnicas”, conta Petula Ponciano, chefe-geral da unidade, em entrevista à Globo Rural.

Segundo ela, a iniciativa visa, antes de tudo, divulgar conhecimento sobre as atividades desenvolvidas pelo centro de pesquisa com foco no uso sustentável da água e do solo. Para a pesquisadora, o grande desafio é levar o tema para os desenvolvedores e depois ao público.

“O solo é a base de todo o setor agropecuário e tem reflexos também na cidade. Pode ter um jogo voltado ao ambiente urbano e o escoamento das chuvas. É possível que outra proposta dê atenção à produção de grãos. Mas quem sabe não saia algo focado na estocagem de carbono ou em serviços ecossistêmicos?”, diz a pesquisadora, que espera ver o envolvimento de outras unidades da Embrapa em iniciativas semelhantes.

A data de publicação do edital ainda não está marcada, afirma Petula. Segundo ela, durante abril e maio, devem ser promovidas ações de sensibilização. A primeira será o evento de lançamento do “SoilsPlay: o agro entrou no jogo” , com transmissão pela internet a partir das 19h desta sexta-feira (26/3). A expectativa é de participação de representantes do Ministério da Agricultura (Mapa), Serviço Social da Indústria (Sesi), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e da Spcine Game.

Fabricius Garcia Neto, especialista em captação de recursos da Firjan, acredita que os detalhes da chamada pública deverão ser divulgados até junho. “Até lá, estamos alinhando os detalhes do projeto com nossos parceiros para estruturar os desafios. São muitas possibilidades de jogos”, diz ele, à Globo Rural.

Ele informa que as empresas e startups a serem selecionadas vão receber, além de aporte financeiro, suporte técnico e administrativo do Instituto Senai de Inovação em Sistemas Virtuais de Produção, sediado no Rio de Janeiro. Segndo o especialista, a instituição acumula outras experiências na chamada gamificação em diversos setores, inclusive na criação de simuladores de máquinas agrícolas.

Garcia Neto explica que o processo deve ser semelhante ao feito por incubadoras de startups. “Por causa da pandemia, não sei se eles vão estar presentes dentro do instituto, de forma física. Mas essa possibilidade de ir à sede existe. Além disso, vão ter todo o apoio na forma de equipamentos, infraestrutura, logística e das nossas equipes para poderem desenvolver suas propostas”.

Inovação

O especialista da Firjan afirma que a parceria na produção de um jogo com finalidade comercial “é uma novidade muito legal. Tem vários mercados. A expertise que temos na indústria, que é até mais complexa, terá de ser adaptada a esse projeto mais comercial, que qualquer um poderá ter acesso e jogar em casa”.

Trazer a visão de mercado em relação ao jogo é a atribuição da Abragames na parceria. Na avaliação da entidade, a iniciativa é importante para chamar a atenção sobre temas como sustentabilidade, ciência e melhores práticas no ageonegócio. O presidente da entidade, Rodrigo Terra, ressalta, em comunicado divulgado pela entidade e pela Embrapa, a importância dos jogos digitais como ferramentas de entretenimento e de educação.


Fonte: https://revistagloborural.globo.com/Noticias/Pesquisa-e-Tecnologia/noticia/2021/03/embrapa-quer-usar-games-para-divulgar-conhecimento-sobre-uso-do-solo.html

[mashshare]