A Era do Abismo: RPG e Literatura tem tudo ou nada a ver?

Quando falamos de Fantasia Medieval, o que vem na sua mente? Literatura Fantástica? Videogames? RPG de mesa? Histórias em quadrinhos? Tudo junto e misturado? Muito provavelmente você pensou em algo que é isso tudo ao mesmo tempo. O Senhor dos Anéis e As Crônicas de Gelo e Fogo, por exemplo, são livros, jogos e RPGs… Continuar lendo A Era do Abismo: RPG e Literatura tem tudo ou nada a ver?

TOP 10 Monstros mais perigosos do D&D

Muitos rpgistas definem o Dungeons & Dragons como um jogo de rolar dados e matar monstros, o que não está muito longe da realidade. D&D oferece muito mais do que isso, mas seus primórdios são o “dungeon crawler” e as batalhas épicas sempre serão essenciais pro jogo. Pensando nisso, separei aqui um TOP 10 monstros… Continuar lendo TOP 10 Monstros mais perigosos do D&D

Como um game designer foi de D&D até Numenera?

O medo do tédio levou Monte Cook a alguns dos melhores RPGs de todos os tempos: Numenera. Se você perguntar a um fã de RPG oldschool qual é a melhor narrativa digital de todos os tempos, ele provavelmente vai responder Planescape: Torment. O mais aclamado dos revolucionários jogos digitais feitos no Infinity Engine – que… Continuar lendo Como um game designer foi de D&D até Numenera?

Dica Valiosa: ZIP Anúncios tem tudo o que você precisa!

Sou do tipo que gosta de avisar quando descobre uma coisa boa, então vim falar do ZIP Anúncios. Eu tive problemas numa certa loja ano passado e fiquei muito desconfiado com compras online, até que recentemente decidi dar uma conferida em algum modelo de notebook e encontrei um vendedor pelo ZIP Anúncios. Tinha tanto modelo… Continuar lendo Dica Valiosa: ZIP Anúncios tem tudo o que você precisa!

Maus: A História de Um Sobrevivente

Certas obras PRECISAM ser lidas Vamos colocar na mesa um fato muito desconcertante: a humanidade, mesmo sendo uma sociedade de animais que recusam tal característica, tem como um dos seus comportamentos inerentes a violência. E daí vem uma das nossas maiores lutas. Lutamos todos os dias, como indivíduos e membros de um coletivo, contra um… Continuar lendo Maus: A História de Um Sobrevivente

Flick ’em Up: Um Tiroteio com Petelecos!

Eu sempre quis participar de um clássico tiroteio de faroeste, e você? Encontrar os assaltantes da diligência no meio da rua principal da cidade, em frente ao Saloon, e olhá-los bem nos olhos antes de disparar o meu revólver. Só que tem dois problemas grandes nessa história: não moro nos Estados Unidos do fim do… Continuar lendo Flick ’em Up: Um Tiroteio com Petelecos!

Shadowrun: quando elfos usam metralhadoras e anões forjam robôs

Em Shadowrun, um dragão poderia o presidente do Brasil Nos cenários de RPG, a maioria das ambientações se encaixa em duas categorias: medieval ou futurista. Fantasia medieval é o estilo do clássico Dungeons&Dragons, com elfos muito bons em arqueria e feitiços, anões mestres de forjas, orcs selvagens e humanos presos no meio disso tudo tentando… Continuar lendo Shadowrun: quando elfos usam metralhadoras e anões forjam robôs

Partiu jogar 3D&T Alpha?

Se existe algo que defendo no Dados&Contracapas é a produção nacional. Seja de RPGs, literatura, boardgames ou qualquer outra coisa, os projetos vindos das mentes brasileiras precisam ser avaliados com os mesmos parâmetros de qualquer produto de fora. Se for bom, que seja tão bem falado quanto qualquer “concorrente” internacional. Se for ruim, que sejam… Continuar lendo Partiu jogar 3D&T Alpha?

4 Dicas para Começar sua Coleção de Board Games

Se você está lendo esse artigo, provavelmente tem um jogo de tabuleiro criando poeira no seu armário. Ou passeia pelo shopping e fica paquerando aquelas caixas cheias de ilustrações maneiras. Ou de vez em quando comenta com amigos e parentes como vocês jogavam vários jogos analógicos quando eram menores. Ou tudo isso. Pois é, os… Continuar lendo 4 Dicas para Começar sua Coleção de Board Games

Tutorial do Caçador de Vampiros

Eu caço vampiros desde que me entendo por gente – e, por incrível que pareça, eu não sou maluco. Veja bem, meu jogo favorito do Nintendinho – o meu primeiro videogame – foi o Castlevania. Lógico que eu nunca zerei, difícil feito o Inferno, mas eu ia longe e todo o meu gosto por fantasia… Continuar lendo Tutorial do Caçador de Vampiros