Home » Listas » 5 séries para assistir depois de “Pantera Negra”

5 séries para assistir depois de “Pantera Negra”

Por: Heloisa Castro

24 de fevereiro de 2018

Pantera Negra está longe de ser apenas um filme de herói. Um grito contra o preconceito, um soco no estômago, um banho de empoderamento negro no cinema, seja lá qual foi o seu adjetivo preferido para Pantera Negra, o fato é que definitivamente não podemos parar este assunto por aqui. Por isso selecionei uma lista de 5 séries excelentes que abordam questões raciais e de empoderamento, todas protagonizadas por atores e atrizes negros. Assista e perceba ainda mais a força e a necessidade da representatividade nas telas.

1. Cara Gente Branca (Dear White People)

A série “Cara Gente Branca”, produzida pela Netflix, traz a história de um grupo de alunos negros que estudam em uma grande universidade norte-americana autointitulada “pós-racial”, mas cuja realidade é de preconceito e exclusão com a comunidade negra – e outras minorias. A série mostra as dificuldades enfrentadas pelos negros no quotidiano e como isso reflete em suas vidas. Irreverente, irônica, sarcástica e muito bem produzida, “Cara Gente Branca” incomodou muita gente após seu lançamento. A resposta da Netflix foi explícita: a série foi renovada para a segunda temporada, dois meses após seu lançamento mundial.

2. The Get Down

Outra produção da Netflix, “The Get Down” deixou muita gente triste após o seu cancelamento ter sido anunciado pela empresa de streaming no ano passado. A série é ambienta em uma Nova York de 1977, ainda repleta de ideias, pessoas, atitudes e locais racistas. A série é muito musical e tem uma produção impecável, desde a fotografia até o figurino. O elenco tem muita sintonia e o roteiro equilibra bem os momentos de drama e de comédia. Os episódios são grandes, como filmes em sequência, mas não são massantes. Os conflitos e desafios dos personagens são reais, com uma pitada de sonho que torna a série mais fluida. “The Get Down” é excelente e, infelizmente, pouco reconhecida.

3. Mister Brau

Produção brasileira transmitida na TV aberta desde 2015. Na série, o casal Lázaro Ramos e Taís Araújo interpreta Mr. Brau e Michele. Brau é um cantor brasileiro famoso internacionalmente e Michele é sua esposa e empresária. No início, a série tinha o objetivo de ser mais um programa de humor da emissora, mas o sucesso imediato junto ao público fez com que os textos fossem evoluindo gradativamente. Resultado: cada vez mais questões raciais e de representatividade discutidas na TV aberta. Além da série, Mister Brau teve ainda um especial de Natal exibido em dezembro de 2016 – o EspeciBrau – e um programa musical na emissora – Os Brau -, apresentado pelo casal protagonista. O programa reuniu diversos artistas da música brasileira – entre eles Karol Conka, Iza e Os Caramelows. Um importante espaço conquistado dentro da grade de programação da maior rede de comunicação do Brasil.

4. Cidade dos Homens

Sim, mais uma série nacional, porque nós não vivemos só de produção gringa . “Cidade dos Homens” teve quatro temporadas exibidas em TV aberta entre 2002 e 2005. Os personagens principais – Laranjinha e Acerola – são adolescentes e amigos de infância. Eles vivem dilemas relativos à idade, violência, preconceito e dificuldades enfrentados por moradores de comunidades no Rio de Janeiro. Recentemente, duas novas temporadas foram exibidas – em 2017 e 2018 – com histórias dos amigos já na idade adulta. A crítica social e racial ficou ainda mais intensa nos últimos anos, denunciando abusos e crimes contra negros e pobres.

5. Time: The Kalief Brownder Story

Time: The Kalief Brownder Story

Série documentário produzida pelo rapper americano Jay-Z sobre o caso do adolescente Kalief Brownder, preso durante 3 anos sem nenhuma acusação. Dois anos após sair de Rikers Island, aos 22 anos de idade, Kalief tirou a própria vida. O fato foi atribuído aos diversos abusos e torturas que o jovem sofreu na prisão. Kalief Brownder é um dos casos mais impactantes do sistema prisional americano. “Time: The Kalief Brownder Story” é uma produção para quem tem estômago forte. Preparado para aguentar os absurdos cometidos contra os negros ainda nos dias atuais?

E você, tem alguma série de empoderamento negro ou denúncia de discriminação para indicar? Conta aqui nos comentários!

Author: Heloisa Castro

Também conhecida como Diana Organa Granger. Concebida para ser a nerd da família, louca por livros, que se infiltra em salas de cinema e viaja entre mundos. Amante da culinária por necessidade e incapaz de escolher apenas um universo fantástico para amar. Conta uns causos da vida aqui: https://goo.gl/UjVcMf

[mashshare]