Home » Cinema » 2021 deve ultrapassar US$ 1 bilhão de faturamento para o eSports

2021 deve ultrapassar US$ 1 bilhão de faturamento para o eSports

Por: Luiza Perazzini

10 de março de 2021

eSports devem ultrapassar marca de US$ 1 bilhão em 2021

Flamengo eSports (Crédito: Divulgação)

O mercado global de eSports vai ultrapassar a marca de US$ 1 bilhão pela primeira vez em 2021. A afirmação é fruto de relatório apresentado nesta terça-feira, 9, pela companhia de dados em games e eSports Newzoo.

Segundo o Relatório Global do Mercado de eSports e live streaming 2021, da Newzoo, a receita do setor vai ultrapassar US$ 1,08 bilhão no ano, um crescimento de 14,5% dos US$ 947,1 milhões registrados no ano passado. Essa é a primeira vez que o estudo abrange o setor de live streaming. Em outubro, a empresa de pesquisa havia avaliado que a marca de um bilhão seria atingida ainda em 2020, mas precisou revisar os números em razão das limitações aos eventos de esports que foram impostas pela pandemia da Covid-19.

A Newzoo analisa o mercado profissional e semiprofissional em que jogadores competem em torneios e ligas por prêmios, mas não inclui competições amadoras ou transmissões de partidas não organizadas. Os resultados são baseados em dados de mais 15 milhões de gamer, quatro milhões de aplicativos e um bilhão de dispositivos móveis, além dos insights gerados por 60 mil torcedores e entusiastas dos esports de 32 países.

A China é a líder da categoria, responsável por mais de um terço da receita global dos esports, segundo o relatório. O país deve alcançar US$ 360 milhões em receita em 2021, número 14% mais que os US$ 315 milhões registrados em 2020. A América do Norte aparece em segundo lugar com uma receita projetada de US$ 243 milhões, seguida pela Europa Ocidental que deve atingir US$ 206 milhões.

A maior parte da receita continua vindo dos patrocínios, incluindo acordos de patrocínio de eventos, times e product placement. Em 2021, os patrocínios devem representar 59% da receita total, gerando US$ 641 milhões. A previsão da Newzoo é que esse número diminua ligeiramente nos próximos anos, à medida que a receita dos ingressos se recupere e os times e ligas diversifiquem suas entregas digitalmente. Os principais setores por trás dos patrocínios são fabricantes de móveis, bebidas energéticas, marcas de computador e jogos, além de fornecedores de telecomunicações.

Além dos patrocínios, a receita de 2021 será impulsionada pelos direitos de mídia (US$ 192,6 milhões), taxas de publishers ( US$ 126,6 milhões), merchandising e ingressos (US$ 66,6 milhões) e streaming (US$ 25,1 milhões), aponta o relatório.

Apesar da pandemia ter afetado os eventos presenciais, os esportes eletrônicos cresceram com os jogadores confinados em suas casas. O número de jogadores de esports online disparou no ano passado. A Newzoo prevê que o público global de live streaming atingirá 729 milhões de pessoas em 2021, um crescimento de 10% em relação ao ano passado. Esse número deve chegar a 920 milhões até 2024. A China terá novamente o maior mercado de gamers e streamers em 2021, com um público de 193 milhões. Até 2024, o número deve chegar a 214 milhões.

Com crescimento global do esports, as transmissões ao vivo estão se diversificando em termos de idioma. Depois do inglês, espanhol e português foram as línguas que tiveram o maior crescimento em 2020. As streams em espanhol cresceram 369%, com 1,4 bilhão, e o português avançando 189%, para 1,1 bilhão de horas.

Depois das transmissões em inglês, espanhol e português, houve o maior crescimento em 2020, com a transmissão ao vivo em espanhol crescendo 369% para 1,4 bilhão de horas e a transmissão em português crescendo 189% para 1,1 bilhão de horas. Para além do live streaming, a audiência do e-sports crescerá para 474 milhões em 2021 e deverá subir para 577 milhões até 2024, de acordo com o relatório.

*Tradução: Taís Farias


Fonte: https://www.meioemensagem.com.br/home/marketing/2021/03/10/esports-devem-ultrapassar-marca-de-us-1-bilhao-em-2021.html

[mashshare]